Urticária tem tratamento!

Cerca de 20% da população mundial irá apresentar um quadro de urticária pelo menos uma vez na vida, e cerca de 1% irá desenvolver urticária crônica, aquela que reaparece de tempos em tempos. É uma doença de pele relativamente comum, que tem como principal sintoma a formação de placas avermelhadas pelo corpo e coceira, além de poder ocorrer inchaço nos olhos, lábios e, em alguns casos, na região da garganta. Essas lesões avermelhadas podem desaparecer rapidamente e voltar logo em seguida, mas, em geral, dentro de poucas semanas ela tende a desaparecer totalmente. 

Responsável pela perda de qualidade de vida, a urticária também prejudica o sono e, muitas vezes, impede que o paciente desenvolva atividades do dia a dia, como trabalhar ou frequentar a escola, devido ao grande incômodo e a coceira.  

A urticária pode ser tratada com o uso de anti-histamínicos ou imunobiológicos, dependendo do grau da doença e da resposta do paciente. O importante é saber que ela tem tratamento e que é possível recuperar a qualidade de vida. Procure um dermatologista!